Casa, Downloads Free

Trabalhar em casa: minha experiência e rotina

Oi gente linda! Tudo bom? Primeiro quero agradecer em meu nome e em nome da Vê pela tamanha aceitação ao nosso projeto! Estamos super felizes que estejam gostando! MUITO OBRIGADA! =)

Vamos ao post de hoje?

Aqui no Mama, além de oferecermos conteúdo sobre empreendedorismo com relação ao trabalho, ao ateliê, também conversaremos muito sobre a rotina real, a verdade nua e crua de quem trabalha em casa, rs. Acho que essa troca de experiências pode ser muito válida! Tanto para vocês que estarão lendo, como para nós, pois trocando ideias conseguiremos a cada dia nos organizar melhor e trabalhar com sucesso!

Hoje resolvi escrever para vocês sobre minha experiência em home office.  Trabalhar em casa foi uma opção minha a partir do momento em que percebi que não poderia ficar longe das minhas crias, rs. Foi uma decisão muito bem pensada mas mesmo assim confesso que não fazia ideia do que viria pela frente. Nesses 6 anos de Leonardo e 4 de
Felipe já comecei e desisti várias vezes. É complicado conciliar todas as tarefas do lar com o trabalho.

Não sair de casa todas as manhãs para trabalhar não significa não trabalhar, pelo contrário! Trabalhar em casa  principalmente com criança é para os fortes! E confesso aqui para vocês, tem dias que morro de inveja de quem sai para trabalhar todas as manhãs e pode se dedicar tranquilamente em um projeto, que consegue conversar com outras pessoas, mudar o foco um pouco, entre outrasm coisas.

Em casa além dos assuntos profissionais você tem o marido que vem almoçar, a casa para limpar, o cachorro, o gato, o periquito para dar conta. Você tem o filho que está com uma sede do Saara e não pode esperar 5 minutos, ou uma fome de leão que se não comer em 10 segundos entra em inanição ( e essa parte filhos com fome e sede acontece em ciclos sem fim, tipo de 5 em 5 minutos).

Então resolvi falar um pouquinho de como eu me organizo para dar conta da casa e do trabalho ao mesmo tempo. Completaram dois anos e meio que não tenho uma boa alma pra me ajudar nos afazeres domésticos. Como diz uma amiga minha, está mais fácil arrumar marido milionário, lindo e gostoso do que uma boa faxineira.  Pois bem, já me acostumei e hoje até gosto da liberdade que tenho, sem ter uma pessoa dentro da minha casa, rs. Enfim, sou eu mesma na labuta diária.

No início eu queria abraçar o mundo de uma vez, queria limpar a casa, cozinhar, dar banho no filho, passar roupas e costurar uma boneca ao mesmo tempo! Conclusão: minha vontade era jogar tudo para o alto e ligar o famoso botãozinho (sabem qual é né kkk). Não dava conta! Não rolava! Eu só me estressava, me sentia o cocô do cavalo do bandido, e “pracabá” com o meu ser ainda ouvia de algumas pessoas: “oooo que beleza ficar em casa… Não ter que trabalhar fora deve ser o céu”.

Mas eu desisti? Não! Foi aí que descobri o segredo minha gente! E como sou boa moça vou contar para vocês: PLANEJAMENTO!  PLA-NE-JA-MEN-TO! Faça o teste, tente seguir essas diquinhas adaptando ao seu dia-a-dia e me diz depois se a coisa não fluiu e você gritou menos com a cara enfiada no travesseiro beirando a loucura (opa, essa era eu). Vejam só, é só um exemplo de divisão ok? Cada uma sabe onde o calo aperta ou quando as coisas estão mais tranquilas para realizar as tarefas, mas eu divido assim e me ajuda bem.

LIMPEZA:
Dois dias seguidos do mês: faxina pesada
Aquela que você limpa rejunte até não querer mais, esfrega parede, quase se mata sufocada com tanto cloro, etc e tal.
Depois de 15 dias: banheiros e cozinha
Banheiros e cozinha não dá pra não “limpar bem limpado” pelo menos duas vezes no mês né? Nesse dia eu trabalho no ateliê se sobrar tempo, então deixo esse dia como não trabalhado.
Todos os dias: arrumo cama, lavo louça, dou aquele “tapa”.
Dia sim dia não: varro, tiro o pó e passo pano.
Uma vez por semana: lavo a sacada

ROUPAS:
Uma vez por semana (início): troco a roupa de cama e toalhas e lavo a maior quantidade de roupas que eu conseguir. Como não sou escrava do tanque coloco praticamente tudo na máquina e é só esperar. Salvo as meias dos meninos e panos de prato que eu deixo de molho e dou uma esfregadinha básica (santo vanish white, omo líquido, sabonete lux branco e dicas de vó).
Uma vez por semana (final): passo (tento) roupas. Odeioooo com todas as minhas forças passar gente! Daí que tem semana que passa batido, confesso, e vou passando conforme a necessidade. Para ajudar, quando lavo penduro camisas sociais em cabides e não uso pregador em nada.

COMIDA:
Marido vem almoçar em casa todos os dias e leva os meninos pra escola. Então eu tento ser prática no fogão. Não sou amante mas me viro bem. Então por aqui arroz e feijão tem praticamente todos os dias, apenas um dia na semana eu faço uma massa. Tendo o arroz com feijão, a “mistura” como diz minha vózinha, eu vou no prático e rápido, carne de panela, frango grelhado, legumes cozidos, etc. E com os “soborôdontê” (as sobrinhas boas) faço bolinho de arroz, torta salgada e por aí vai. Mas é claro que tem dia que não estou com saco e vamos de cachorro quente e pizza por exemplo.

Tirando os dias de faxina pesado, em todos os outros eu costumo fazer tudo na parte da manhã, tipo mulher polvo mesmo: “tapa” na casa, comida, lição de casa, roupa na máquina e tralálá.

Quando marido e filhos saem eu lavo a louça e começo a trabalhar no ateliê e daí vou até às 19:00. Horário que geralmente eles chegam. Noites e finais de semana eu procuro sempre não trabalhar e curtir minha família, mas é
claro que tem vezes que não dá e o trabalho se estende pela madrugada ou pelo sábado.
Fácil? Não! Frenético? Sim! Mas ninguém falou que seria fácil né? (só aqueles anúncios mentirosos da internet: “trabalhe em casa e receba um milhão de reais sem esforço” kkk) Mas é costume, no início como já disse não é nada
fácil, tem dias que nada anda, mas com o planejamento nos eixos a coisa fluirá e você se sentirá bem, com a sensação
de dever cumprido!Para ajuda-las nessa organização, hoje disponibilizaremos para vocês o nosso checklist de tarefas domésticas.  A Vê criou a princípio para nós duas, e já começamos a testar mesmo antes de 2016 hehe. O nosso fica coladinho na geladeira já todo programado de acordo com a rotina de cada uma e no final da semana demos check ou não se tudo foi cumprido. Isso parece bobinho, mas vocês não imaginam como serve de incentivo para não sair fora da linha.Para fazer o download desse e de outros arquivos que já disponibilizamos aqui no blog é só clicar nesse botãozinho:

Em outros posts nessa categoria “casa” (lá na barra lateral tem o desenho de uma casinha, é só clicar para ler todos os posts), falaremos mais sobre organização da casa, otimização de tempo, dicas que testamos e que realmente funcionam ou atrapalham.

Ah e aproveitando, já curtiram nossa Fanpage? Lá além dos posts do blog publicaremos muitas dicas rápidas legais! — > Fanpage Mama Craft

Desculpem pelo texto gigantesco. Espero que não se assustem e voltem mais vezes! rs. Para quem
conseguiu chegar até aqui que eu possa ter ajudado de alguma forma.

Beijos no coração. Até a próxima!

Previous Post Next Post

You Might Also Like